Xarope Melagrião

Published on
Scene 1 (0s)

XAROPE M E L A G R I Ã O Avaliação da toxicologia clínica em voluntários sadios

Integrantes: Aline Tiemi Elias da Silva, B r e nn o R . S . M o ll i c a , Natália C. M. Santos , Rafaela Cabrera , Stéfane N. L. Silva .

Scene 2 (31s)

Introdução

Importância social dos fitoterápicos Facilidade de acesso ; Custos elevados da medicina ocidental ; Efeitos colaterais provocados pelos fármacos sintéticos ; Crescente interesse pelo potencial terapêutico e econômico.

(Simões et al.,1999; Capasso et al., 2000; Holetz et al., 2002). P a l a v r a s - c h a v e : F i t o t e r á p i c o , T o x i c o l o g i a c l í n i c a , E s t u d o clínico controlado.

Scene 3 (1m 55s)

Xarope Melagrião

Melagrião® ( Mikania glomerata e Associações ) Composto de 6 espécies vegetais : A c ô n i t o ( A c o n i t u m n a p e ll u s L . ) - r a i z - A g r i ã o ( N a s t u r t i u m o ff i c i n a l e R . B r o w n ) – p l a n t a - Bálsamo de Tolú ( Myroxylon balsamum ) - resina - Guaco ( Mikania glomerata Spreng ) - folha - -Ipecacuanha ( Cephaelis ipecacuanha ) - raiz - P o l í g a l a ( P o l y g a l a s e n e g a ) – r a i z (Panda & Debnath, 2010; Carvalho & Silveira, 2010).

Scene 4 (3m 5s)

Contra-Indicações : Alérgicos / hipersensíveis Distúrbios no TGI Doentes renais crônicos Deficientes da tireóide Cardiopatas (WHO, 1993); (Veiga Júnior & Mello, 2008; Bent, 2008; Silveira et al., 2008)

X a r o p e M e l a g r i ã o - S e g u r a n ç a

Scene 5 (4m 56s)

Materiais e Métodos

Local do estudo: UNIFAC do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Faculdade de Medicina da UFC; Tipo de ensaio: duplo cego, investigador e paciente não sabem quem tomou placebo e quem tomou o xarope; Voluntários: homens e mulheres com idade entre 18 a 50 anos; índice de massa corpórea (IMC) maior ou igual a 19 e menor ou igual a 30; boas condições de saúde ou sem doenças significativas, a juízo médico; Restrições: administração de medicamentos concomitante ao estudo e consumo de bebidas que contenham xantina (chá, café, cola) ou alcoólicas.

Scene 6 (6m 1s)

Materiais e Métodos

Composição do xarope Melagrião® : Alcoolatura de Agrião (0,04666 mL); Extrato Fluido de Guaco (0,00830 mL); Extrato Fluido de Polígala (0,00830 mL); Soluto Concentrado de Bálsamo de Tolú (0,00800 mL); Extrato Fluido de Ipecacuanha (0,00042 mL); Extrato Fluido de Acônito (0,00008 mL); Excipientes: Açúcar, mel, benzoato de sódio, metilparabeno e água purificada. Composição do placebo: Excipientes: Açúcar, mel, benzoato de sódio, metilparabeno e água purificada.

Scene 7 (6m 31s)

Resultados e Discussões

O artigo traz muitos gráficos com alguns parâmetros a serem analisados: Ureia, Glicemia, Genotoxicidade, Tempo de ativação de protrombina, hematócrito, concentração de albumina e dosagem de creatinina. Nenhum desses resultados foi acima da faixa considerada normal para adultos.

Scene 8 (8m 19s)

Análise Crítica

Aspectos Positivos Aspectos Negativos Estudo interessante e importante para a fitoterapia. Não mostra os valores de referências, dando um aspecto superficial quanto a toxicidade. Resultados bem detalhados. Tamanho da amostra pequeno em comparação com outros artigos. Discussões bem embasadas. Conclusão insuficiente.

Scene 9 (10m 8s)

Conclusão

O estudo da Toxicologia Clínica do Melagrião ® é seguro na dose empregada apesar da falta de alguns dados e explicações no artigo.

Scene 10 (10m 24s)

Referências

V i a n a . I . O . L . , e t a l . A v a li a ç ã o d a t o x i c o l o g i a c l í n i ca d o x a r o p e M e l a g r i ã o ® e m v o l un t á r i o s sadios. Revista Biociências, Taubaté, v. 23, n. 1, p. 15-35, 2017. M e l a g r i ã o : B u l a o r i g i n a l . A c e ss o e m : 20 / 08 / 202 1 D i s p o n í v e l e m : https://consultaremedios.com.br/melagriao/bula cf_chl_captcha_tk =pmd_4dcd77b3fdbe30 e6c9e8619415b771e6c2efb1dc-1629470004-0-gqNtZGzNAvijcnBszQp6 .

V i a n a . I . O . L . , e t a l . A v a li a ç ã o d a t o x i c o l o g i a c l í n i ca d o x a r o p e M e l a g r i ã o ® e m v o l un t á r i o s sadios. Revista Biociências, Taubaté, v. 23, n. 1, p. 15-35, 2017. M e l a g r i ã o : B u l a o r i g i n a l . A c e ss o e m : 20 / 08 / 202 1 D i s p o n í v e l e m : https://consultaremedios.com.br/melagriao/bula cf_chl_captcha_tk =pmd_4dcd77b3fdbe30 e6c9e8619415b771e6c2efb1dc-1629470004-0-gqNtZGzNAvijcnBszQp6 .