Agressão, Violência e Altruísmo

Published on
Scene 1 (0s)

Tela de fundo abstrata triangular

Agressão, Violência e Altruísmo

CAMILLA OLIVEIRA DE LUIZ ISABELA BONI MUNHOZ KARINA VILHALVA BARBOSA LAURA OTAVIANO BERTI MARIA FERNANDA MACEDO THAMIRES HELENA DA SILVA HOBUS

Professora: Dra. Joana Filipa Afonso Monteiro

Áudio 6

Scene 2 (18s)

Agressão e violência

Agressão e violência são objetos de dedicação de muitos estudiosos, sendo fator influente em comportamentos humanos, tais estudos buscam encontrar meios de diminuir sua incidência.

Fundo preto com letras brancas Descrição gerada automaticamente com confiança média

Áudio 9

Scene 3 (1m 44s)

Meios de comunicação e entretenimento frequentemente tem como pauta cenas de violência e agressão. Afirmando a premissa de que ela é cotidiana, pois pode apresentar-se forma involuntária à sociedade. Exemplos: noticiários e filmes.

Desenho de personagem de desenho animado Descrição gerada automaticamente com confiança média

Áudio 5

Agressão e violência

Scene 4 (4m 59s)

O progresso da humanidade ao longo da história em diversas áreas não influência na diminuição de sua ocorrência, o que pode ser frustrante. Sua relevância traz interesse a psicologia, principalmente a psicologia social.

Áudio 8

Agressão e violência

Scene 5 (7m 0s)

Agressão x Altruísmo

A convivência entre pessoas propícia polos: Agressão x Altruísmo

Imagem digital fictícia de personagem de desenho animado Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

Áudio 6

Scene 6 (10m 14s)

O que é agressão?

Segundo Dollard et al. (1939), agressão é uma resposta, cujo objetivo é causar dano a um organismo vivo. Os behavioristas não ficaram satisfeitos, pois não consideram a intenção como caracterização de agressão. Portanto, Buss (1961) definiu agressão como uma resposta nociva a outro organismo. Mas afinal, qual dessas definições é considerada um comportamento agressivo?

Jornal Ação Popular | Portal de notícias do Vale do São Francisco

Áudio 3

Scene 7 (11m 0s)

Definição de agressão

Comportamento agressivo é aquele que há a intenção de causar dano, onde a causa será pessoal. Se a ação foi nociva a outro organismo, mas sem a finalidade disso, não podemos considerar como um ato agressivo, pois a causa foi impessoal. Quando uma pessoa conscientemente produz ações nocivas a outra, mas seu objetivo não é atingido, também consideramos como agressão, pois houve intenção nesses comportamentos.

Áudio 3

Scene 8 (12m 3s)

Definição de agressão

E nos comportamentos que temos por uma obrigação? Nesse caso, consideraremos como agressão quando a causalidade do comportamento não for apenas o dever, mas sim, quando tiver uma causa pessoal também. A definição de agressão apresentada não deve ser interpretada em animais ou plantas carnívoras, mas sim exclusivamente do comportamento de pessoas para outras pessoas.

Áudio 4

Scene 9 (13m 38s)

A origem do comportamento agressivo

O comportamento agressivo como resultante de um instinto agressivo: - Hobbes: homo homini lupus est, instinto inato ao ser humano. - Freud e McDougall: Propõem a origem instintiva do comportamento agressivo. - Konrad Lorenz: Parte também da ideia do comportamento instintivo agressivo, contudo o considera indispensável para o próprio progresso e proteção de si.

Som gravado

Scene 10 (15m 28s)

Ex dos peixes: Peixes machos colocados em um aquário de inicio atacam outros machos da mesma espécie; se todos os da mesma espécie são removidos, a exceção de um, este passa a ser alvo da agressão; se nenhum peixe macho da mesma espécie é mantido no aquário, mas uma fêmea o é, o peixe a atacará.

A origem do comportamento agressivo

Som gravado

Scene 11 (16m 39s)

Comportamento agressivo: aprendizagem e fatores situacionais

Para Sears, Maccoby e Lewin, o papel desempenhado dos pais de educar é um dos principais fatores que resultam numa personalidade mais ou menos agressiva na criança, ou seja, a forma que os pais educam define a agressividade dessa criança. Os fatores situacionais ativam essa personalidade e ocorre os comportamentos agressivos. O comportamento agressivo é apreendido.

Foto em preto e branco de criança com a boca aberta Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

319

Scene 12 (17m 20s)

Aprendizagem e comportamento agressivo

Processos tradicionais da aprendizagem: Condicionamento clássico; Operante. Exemplo: Criança realizando um ato agressivo -> conquista o objetivo -> Frequência do mesmo comportamento aumenta X Criança realizando um ato agressivo -> não conquista o objetivo -> A frequência do mesmo comportamento diminui.

320

Scene 13 (19m 7s)

O comportamento dos pais é um modelo de imitação para a criança. Bandura e Ross e Ross (1961) demonstraram que a imitação desempenha papel extrema importância no processo de socialização da criança. Exemplo: Crianças observando adultos brincarem de forma agressiva com uma boneca de plástico X crianças observando adulto brincarem sem o intuito agressivo, pois estava ignorando a boneca.

Aprendizagem e comportamento agressivo

320.1

Scene 14 (20m 17s)

Comportamento agressivo em crianças: como lida?

Os pais que respondem a este comportamento com pouca tolerância tendem a extinguir, de fato, os traços agressivos Pouca tolerância junto com agressividade em excesso no momento de repreender ensina crianças a como serem agressivas A combinação pouca tolerância + pouca agressividade na hora da repreensão é a mais eficaz, ou seja, essa resposta produz crianças mais pacíficas de maneira geral

Slide 1.m4a

Scene 15 (21m 40s)

A agressividade é uma maneira eficaz de impor limites A principal questão é: ensinar quando o comportamento agressivo é apropriado ou não é mais coerente do que ensinar a nunca agredir (Freedman, Carlsmith e Sears 1970) Como fazê-lo?

Comportamento agressivo em crianças: como lida?

Slide 2.m4a

Scene 16 (22m 36s)

Recompensas e punições muito exageradas tornam comportamentos dependentes dessas respostas Se os reforços e punições forem equilibrados, haverá espaço para elaborar raciocínio que motivam a repetição ou a extinção dos comportamentos agressivos

Comportamento agressivo em crianças: como lida?

Slide 3.m4a

Scene 17 (24m 51s)

Qual a melhor maneira de obter-se o comportamento por parte das crianças?

Teoricamente, a melhor maneira de obter-se os comportamentos desejados é por meio de influência do agente medidor de recompensa ou punição. Pais que punem de forma agressiva faz com que o filho não repita esse ato agressivo em sua presença, porém isso não dá certeza que, em ambientes sem os pais, essa criança agirá de forma passiva. Os pais tornam-se um estímulo agressivo para a criança.

Scene 18 (25m 17s)

Influência de fatores sociológicos.

Os fatores sociológicos (pobreza, opressão, subcultura delinquente, etc.) não são os únicos fatores que contribuem para a agressão. Crimes organizados não são elaborados por pessoas carentes e oprimidas. Seus autores não sofrem das deficiências culturais. Estudos mostram que o consumo excessivo do álcool facilita atos de agressão.

Scene 19 (25m 48s)

Outros fatores:

Além do fator sociológico, a natureza etológica e psicológica também contribuem no comportamento agressivo. Porém, esses fatores não são os únicos desencadeantes de tal tipo de comportamento. Como, por exemplo, problemas médicos e disfunções cerebrais.

Scene 20 (26m 21s)

Referências:

RODRIGUES, Aroldo. Psicologia Social. 12. ed. Petrópolis: Vozes, 1972. IMAGEM 1: Disponível em: http://www2.ufjf.br/noticias/wp-content/uploads/sites/2/2017/05/materia1-630x350.png. Acesso em 13 mar 2021 IMAGEM 2: Disponível em: https://www.ambienciabrasilia.com.br/wp-content/uploads/2018/10/violencia_cinema.jpg. Acesso em 13 mar 2021 IMAGEM 3: Disponível em: https://www.revistaadnormas.com.br/uploads/2018/06/tica-1.jpg. Acesso em 13 mar 2021 IMAGEM 4: Jornal Ação Popular. Homem é preso acusado de agredir mulher. Disponível em: http://acaopopular.net/jornal/homem-e- preeso -acusado-de-agredir-mulher/. Acesso em 13 mar 2021 IMAGEM 5: HOSHINO, Camilla. Agressividade na infância deve ser valorizada, diz psicanalista. 2018. Disponível em: https://www.google.com.br/amp/s/lunetas.com.br/agressividade- infancia /amp/. Acesso em 12 mar 2021