ROTEIRO HABITACIONAL grupo

Published on
Scene 1 (0s)

Vila Marmiteiros

Teoria da Produção habitacional

Aluna: Isabela Velloso, Laura Carvalho e Natália Lima Professora: Viviane Zerlotini

Scene 2 (11s)

identificação

Scene 3 (17s)

A Vila estå localizada no bairro Padre Eustäquio, pr6ximo å Av. Presidente JK e Avenida Tereza Cristina. O bairro tem ampla rede de bancos, lojas, bares, farmåcias e restaurantes, além de escolas e unidades de saÜde. de los o. m Rua Olinto Magalhåes R Par' de Minas R Rio pomba R Padre Eustaquio ro R Rio Pomba R. Padre Euståquio R. Rio Pomba PADRE EUSTÅQUIO LEGENDA Vila/ Favel

PADRE

EUSTÁQUIO

TIPOLOGIAS HABITACIONAIS Vila Marmiteiros - Bairro padre eustáquio

LEGENDA

Vila/Favela

Vila São Vicente (Marmiteiros)

Foto de “Favela É Isso Aí”

A vila São Vicente é uma das vilas mais antigas de Belo Horizonte,

começou a ser ocupada por volta de

1944.

A vila ficou conhecida como vila dos marmiteiros porque a maioria dos

moradores trabalhava nas

indústrias da capital e do entorno.

OBJETO DE ESTUDO

an V ep s, euo,6.u saouoN ap 'sooue ezölö] '01nbE

A Vila está localizada no bairro Padre Eustáquio, próximo à Av. Presidente JK e Avenida Tereza Cristina. O bairro tem ampla rede de bancos, lojas, bares, farmácias e restaurantes, além de escolas e unidades de saúde.

Scene 4 (1m 6s)

Programa

x

política habitacional

Scene 5 (1m 14s)

IAPs

-Vilas Operárias

-Benefícios aos trabalhadores

vinculados

-Não atendia trabalhadores

informais (rurais, autônomos…)

LINHA DO TEMPO

Políticas Habitacionais x vila marmiteiros

1950 1940

Crise Imobiliária de 1942

1930

Fundação Casa Popular, -Conjuntos Habitacionais

-Casa Própria

-Tentativa de solucionar a falta

de moradia

-Abrangia trabalhadores

informais

Vila São Vicente (Marmiteiros) -

-Ocupação feita por volta de 1944 pelos

trabalhadores das indústrias

Lei do Inquilinato -

-Congelou o preço dos aluguéis -Escassez na oferta de aluguéis

-Intenso êxodo rural

-Acelerado crescimento demográfico

-Deixou muitas pessoas sem ter onde morar

-Falta de moradia

-Ocupação de regiões periféricas

-Surgimento das favelas

Scene 6 (2m 1s)

tipologia

Vila Marmiteiros / São Vicente

A vila surgiu através da ocupação de terras não utilizadas, por volta de 1944.

Seu nome inicial foi vila dos Atrevidos, devido às ocupações. E em seguida Vila Marmiteiros, devido aos

trabalhadores que trabalhavam nas indústrias.

Anos depois da sua fundação, surgiram conflitos envolvendo o pedido de desapropriação dos moradores por parte

dos proprietários da terra.

As primeiras casas foram construídas com madeira e cercas de bambu e arame.

Inicialmente, a vila não era contemplada com estruturas urbanas de saneamento e luz. Segundo os moradores,

primeiro chegou a luz, depois a água e por fim o asfalto, que ainda é recente.

Com a chegada do asfalto, as linhas de ônibus começaram a passar pela vila e facilitou o acesso à região.

- 1142 moradores

- 272 casas

- área de 39.007 m²

Scene 7 (2m 48s)

Regularização

Vila Marmiteiros / São Vicente

“A Regularização Fundiária traz várias vantagens para a cidade ao possibilitar a oficialização da denominação de logradouros públicos e facilitar a implantação ou ampliação dos serviços públicos em regiões carentes. Já para o morador, os benefícios são vários: ele se torna dono legal do imóvel em que reside; conquista um endereço oficial reconhecido pela cidade e instituições; pode registrar e regularizar em cartório as construções existentes no lote; o imóvel fica mais valorizado; tem acesso a financiamento bancário ou crédito no comércio. Ou seja, é incluído no mapa urbano da cidadania.” (PBH)

A vila Marmiteiros (São Vicente) foi regularizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, e 160 moradores foram beneficiados.

O processo de regularização é complexo e normalmente muito demorado. Durante esse processo é imprescindível a participação ativa da comunidade, e para isso é criado um Grupo de Referência (GR) , formado por moradores e representantes da população do local que será titulado.

Scene 8 (3m 35s)

Inserção urbana

Scene 9 (3m 41s)

1.10) OES el!A

IMPLANTAÇÃO Topografia - Vila Marmiteiros

- Diferente da maioria das

Vilas/Favelas de Belo Horizonte, a Vila São Vicente está localizada em uma área de pouca inclinação.

- Por ser mais plana, as construções foram implantadas sem precisar fazer cortes e aterros significativos.

Mapa 3D - Google Earth

TOPOGRAFIA

Scene 10 (4m 0s)

RUA ERNESTO CARNEIRO SANTIAGO —HORA DE FATIMA o sva vnu 4 L'E,V/DA DOS ESPORTÉS

IMPLANTAÇÃO Infraestrutura das ruas- Vila Marmiteiros

- Ruas estreitas, tornando difícil o tráfego de automóveis.

- Nos becos sem saída só é possível o trânsito de pedestres.

- Não há iluminação pública nos becos.

Becos

LEGENDA

Ruas extremamente estreitas Ruas um pouco mais largas Ruas mais largas

RUAS

Scene 11 (4m 21s)

LEG

LEGENDA

Trecho com Rede de Água Trecho sem Rede de Água

Infraestrutura ÁGUA E ESGOTO - Vila Marmiteiros

Vila Marmiteiros

LEGENDA

Trecho com Rede de Esgoto Trecho sem Rede de Esgoto Vila Marmiteiros

- Alguns becos da vila não têm rede de água e esgoto.

- Por mais que a vila tenha sido regularizada, ela ainda não foi contemplada com todas as infraestruturas urbanas básicas.

REDE DE ÁGUA

REDE DE

ESGOTO

Scene 12 (4m 47s)

INSERÇÃO URBANA vegetação

LEGENDA

Pontos com vegetação mais densa

Vila Marmiteiros

VEGETAÇÃO

- A Vila São Vicente ou Vila Marmiteiros é pouco arborizada.

- As maioria das árvores observadas

encontram-se no quintal das casas e não nas calçadas ao longo das ruas.

- Maior sensação térmica nas ruas e maior desconforto térmico para os moradores.

- A Vila não possui espaços de lazer ao ar livre.

Google Earth

Scene 13 (5m 11s)

EQUIPAMENTOS URBANOS Bairro padre eustáquio Vila São Vicente (Marmiteiros)

EDUCAÇÃO A Umei Vila São Vicente atende diretamente a população da vila e oferece uma boa estrutura para o desenvolvimento educacional.

SAÚDE O Centro de Saúde Padre Eustáquio fica bem próximo da vila e é um Departamento de saúde pública.

RUA NOSSA SENHORA FATIM vnu AVENIDA DOS ESPOR

UNIDADE MUNICIPAL DE EDUCAG,-o INFANTIL BRINQUE OTECA BERGÅRIO REFEITOR O

Vila Marmiteiros

Scene 14 (5m 33s)

UNIDADE

HABITACIONAL

Scene 15 (5m 40s)

características

ANÁLISE DAS CASAS DA VILA

Ruas estreitas

Passeios estreitos ou inexistentes

Pouco afastamento frontal e lateral das casas

Google Maps

Pedestre compartilha a via com os carros

Iluminação e ventilação prejudicada.

As casas geram muita sombra entre si.

Entrada das casas direto pela rua, sem passeio para separar.

Scene 16 (6m 0s)

características

ANÁLISE DAS CASAS DA VILA

Google Maps

- Algumas casas foram adaptadas com um novo pavimento. Muitas vezes porque possuem famílias grandes nas moradias.

- Por não possuir afastamentos frontais e laterais, a iluminação natural fica limitada apenas as fachadas frontais.

- As janelas voltadas para as ruas limitam a privacidade das casas e também a segurança.

Scene 17 (6m 20s)

Tipologia e Tecnologia

Insolação e ventilação

Google

LESTE OESTE

sol da tarde sol da manhã

A casa em verde obstrui a passagem do vento, que em BH é predominante na direção Leste para Oeste.

A fachada da casa em rosa recebe pouca iluminação

solar da manhã e pouca ventilação.

vento

A situação abaixo é recorrente na vila Marmiteiros.

A falta de iluminação e ventilação é reflexo da falta de afastamento frontal e lateral

e também pelo fato de as ruas serem estreitas.

Imagem retirada do Google Maps

Scene 18 (6m 48s)

características

ANÁLISE DAS CASAS DA VILA

Foto: Favelaéissoai

Analisando a produção habitacional no país em geral e na região estudada podemos considerar:

- A vila como um meio de diminuir os problemas habitacionais, abrigando diversas famílias que não possuíam casas.

Por outro lado, as casas foram construídas sem nenhuma regra evidente e vivem sob as condições:

- Casas muito aglomeradas lado a lado.

- Falta de conforto gerado pela falta de afastamento e falta de infraestruturas.

- Pouco espaço de lazer e até mesmo espaço para pessoas nas ruas.

Scene 19 (7m 18s)

TIPOLOGIA E TECNOLOGIA

Scene 20 (7m 24s)

Tipologia e Tecnologia

ANÁLISE DAS CASAS DA VILA

- A Vila Marmiteiros tem como tipologia habitacional predominante a residência unifamiliar.

- A tipologia construtiva mais adotada foi a de vedação por tijolos cerâmicos e estruturas por pilares e vigas de concreto.

- O tipo de cobertura mais utilizado na vila Marmiteiros é a telha de fibrocimento, conhecida também como Brasilit ou amianto.

- Analisando as casas e levando em consideração a história da vila, é possível saber que a AUTOCONSTRUÇÃO foi muito adotada no local.

Imagens retiradas do Google Maps

Scene 21 (7m 55s)

RUIM

Tipologia e Tecnologia QUALIDADE DAS CONSTRUÇÕES

xe Maps GOOB do \ snageos 1 et«adas

MÉDIO

BOM MÉDIO RUIM

QUALIDADE PREDOMINANTE ENTRE

AS CASAS DA VILA MARMITEIROS

Imagens retiradas do Google Maps

Scene 22 (8m 8s)

Tipologia e Tecnologia

VEDAÇÃO E COBERTURA

Vedação com tijolos instáveis e exercendo papel estrutural; telha quebrada; lacunas entre parede e telha.

Falta de janela; vulnerabilidade em dias de chuva e segurança em geral.

Vedação com tijolos quebrados; lacuna entre parede e telha.

Calha improvisada; Conexão irregular entre telha e parede.

Muitas casas apresentam irregularidades nas vedações externas e na cobertura, o

que interfere diretamente na segurança e conforto dos seus moradores.

Scene 23 (8m 35s)

Tipologia e Tecnologia

ELÉTRICO E HIDRÁULICO

HIDRAI II

001bL-313

Elementos hidráulicos passando pelo lado externo da casa, sujeitos a danos que gerem infiltração e contaminação da água.

Elementos de distribuição de energia passando muito próximo de ambientes residenciais, sujeito a acidentes.

HIDRÁULICO

ELÉTRICO

Scene 24 (8m 54s)

Relações sociais

de produção

Scene 25 (9m 1s)

Relações sociais de produção

infográfico

Cidadão de baixa renda

Aluguel caro e inacessível

Ocupação de

terrenos

subutilizados

Construção “temporária” de tendas ou barracos de

madeira

Juntar dinheiro para começar a construir

uma casa,

normalmente de tijolo Construção feita em

partes.

Começa pelo cômodo mais urgente para a

família.

Construção feita pelos próprios moradores e

ajuda de amigos.

Resultando no mutirão de

construção

Morador

responsável

pela ocupação, planejamento e

obra.

=

Scene 26 (9m 37s)

Solução de um

problema

Scene 27 (9m 44s)

Relações sociais de produção

ANÁLISE CRÍTICA E ASSESSORIA

- Vimos que várias casas tem pouca iluminação natural e poucas janelas.

- A inclusão de clarabóias na cobertura das casas ajudaria no conforto lumínico natural no interior das casas.

- A lâmpada de pet é uma solução barata, eficiente e fácil de fazer.

- Paredes com garrafas de vidro no meio dela é uma solução barata, eficiente, fácil de fazer e mantém a privacidade dos moradores.

Scene 28 (10m 11s)

ASSESSORIA Claraboia - Ventilação/iluminação natural

Para fazer a clarabóia é necessário o bloco de vidro e o suporte para ele que substitui à lajota da laje tradicional, todos esses materiais são fáceis de serem encontrados na internet e lojas de construção.

Lajota Solar Etapa da instalagä —Grsg.. Impermeabiliza c«no mostra a Concreto da Laje Bloco de Vidro o cc«reto na A ved•da recebe o vidro

ATEN Ao Manual para Laje Solar sem Revestimento 2- 3- 4- 5- 6- Montar a Laje Colocar a Lajota Solar Fixar com silicone 0 de Vidro Concretar a Laje Impermeabilizar a Laje Aplicar o Contra Piso MANUAL LAJE SOLAR Manual para Laje Solar com Revestimento 1- Montara Laje 2- Colocar Lajota Solar 3- Colocar 0 de 4- Concretar a Laje 5- a Laje 6- Aplicar o Contra Piso 7. Retirar os BIOCOS de 8- Arrematar a nos lugares Onde foi retirado os Blcms de 9- Assentar o Revestimento Cerämicn 10. Instalar o Sloco de vidro (Utilizanft Argamassa de Uso Externo Branca ) Aplicando sempre Argamassa no de Vldro e no Orificio da Laje

Scene 29 (10m 52s)

COMO FAZER? LâMPADA DE GARRAFA PET - Iluminação Natural

Para fazer sua própria lâmpada não é preciso muita coisa. Bastam apenas os seguintes itens abaixo:

Uma garrafa PET transparente (branca) de 1 litro ou mais;

○ Água;

○ Água sanitária;

○ Massa para vedar (massa plástica);

○ Filme fotográfico usado, para proteger a tampa da garrafa (Opcional).

Para a instalação da lâmpada você precisará de algum tipo de ferramenta para cortar orifícios em formato circular nas telhas em que deseja colocar as garrafas. Para isto pode-se usar uma furadeira, serra, talhadeira ou qualquer ferramenta disponível que possa fazer isto.

Scene 30 (11m 25s)

ASSESSORIA PAREDE DE GARRAFAS DE VIDRO - Iluminação Natural

Outra estratégia sustentável e econômica é a reutilização de garrafas de vidro vazias agregadas à alvenaria, trazendo iluminação natural para os ambientes sem perder a privacidade interna.

.13

Scene 31 (11m 42s)

fonte

https://www.favelaeissoai.com.br/comunidades/vila-sao-vicente-marmiteiros/

https://prefeitura.pbh.gov.br/urbel/regularizacao-fundiaria

http://curraldelrei.blogspot.com/2011/07/os-anos-1950-metropolizacao-e-desordem.html https://www.ufmg.br/online/arquivos/017389.shtml