A RELAÇÃO DO PERFIL TRIBUTÁRIO DAS EMPRESAS COM A GERAÇÃO DE VALOR ADICIONADO E A SUA DISTRIBUIÇÃO AOS AGENTES.

Published on
Scene 1 (0s)

A RELAÇÃO DO PERFIL TRIBUTÁRIO DAS EMPRESAS COM A GERAÇÃO DE VALOR ADICIONADO E A SUA DISTRIBUIÇÃO AOS AGENTES.

Aluno: Matheus

Scene 2 (10s)

Introdução

A presente pesquisa vislumbra identificar de que forma a gestão tributária empreendida pelas empresas pode se relacionar com a geração de valor adicionado e a sua distribuição aos agentes, quais sejam, os funcionários, os credores e acionistas. Objetivos: Analisar se as empresas que despendem menos recursos com o pagamento de tributos são capazes de gerar maior valor adicionado (riqueza) e, por conseguinte, distribuir maior parcela deste aos seus agentes. Verificar a relação do perfil tributário das empresas na geração de riqueza e na remuneração dos agentes.

Scene 3 (38s)

Aspectos do perfil tributário

PERFIL TRIBUTÁRIO Agressividade Tributária (BTD E ETR) Incentivos Fiscais ( Dummy ) Carga Tributária Prejuízos fiscais ( Dummy )

Scene 4 (48s)

Amostra e coleta de dados

Empresas listadas na B3, excetuando-se instituições financeiras e seguradoras. As empresas cujos dados forem incompletos para a realização das interações pretendidas pela pesquisa também serão excluídas da amostra. Período a que se referem os dados coletados: 11 anos (2009 a 2019). (Algumas fórmulas requerem dados de 2009, contudo a análise será feita apenas a partir de 2010). Períodos a serem analisados: 2010 a 2019. Utilização da ferramenta ValorPRO para coleta de dados. Os dados a serem utilizados na pesquisa foram extraídos da DRE, da DVA, do Balanço Patrimonial e da DFC. Além disso, as informações acerca da existência de incentivos foram obtidas a partir da análise das notas explicativas. Algumas variáveis poderão ser associadas, alteradas ou excluídas do trabalho a fim de se alcançar a melhor adequação do modelo.

Scene 5 (1m 29s)

Procedimentos econométricos

Dados em painel desbalanceado. Possíveis perspectivas: Séries temporais e cross-section . Testes para verificação da heterocedasticidade , autocorrelação e multicolinearidade . Realização de testes para encontrar a melhor adequação do modelo: nos modelos restritos de efeitos fixos, no modelo restrito de efeitos aleatórios e no modelo irrestrito pool . Possibilidade de análise por clusters (segmentos econômicos ou níveis de agressividade). Avaliar se outro modelo econométrico será mais adequado ao estudo, em virtude dos dados coletados.

Pesquisar

Scene 6 (1m 54s)

Variáveis Independentes

Scene 7 (2m 1s)

Variáveis Independentes (Cont.)

Variáveis de controle: Tamanho da empresa [ Tam ](Logaritmo natural do ativo total); Alavancagem financeira [ Alav ] (Capital de Terceiros/Ativo Total); Retorno sobre o Ativo [ ROA ] (Resultado Operacional / Ativo Total); Crescimento das Receitas [ CrescRec ] = (Receita t – Receita t-1 / Receita t-1) Valor Adic . Recebido em Transferência [ Vad_Transf ] Valor Ad. Rec. Transf . /Ativo : representa a riqueza gerada fora da companhia e que a ela foi transferida por terceiros. (Nas equações 2,3 e 4). Outras possíveis variáveis a serem estudadas (a conferir): Caso as variáveis propostas inicialmente não se demonstrem adequadas. RetRec : Variação da retenção de receita, significa o quanto da receita se transforma em Valor Adicionado (Riqueza). CAGR = (Valor Adicionado x Ativo)/100: Aponta o percentual de geração de Valor Adicionado em relação ao total investido em ativos. CPLGR (PARTICIPAÇÃO DO PL NA GERAÇÃO DE RIQUEZA) = Patrimônio Líquido x Valor Ad. /100

Scene 8 (2m 48s)

Variáveis dependentes

Scene 9 (2m 54s)

Próximos passos

Verificar a adequação das variáveis para o modelo de dados em painel. Avaliar a possibilidade de análise por clusters ( ex : Por carga tributária, agressividade tributária (BTD) e ETR ou segmento econômico); Estudar a viabilidade de criação de um fator “Perfil Tributário”; Investigar os efeitos dessas variáveis sobre a remuneração dos agentes (Credores, Acionistas e Pessoal).