Frida Kahlo

Published on
Scene 1 (0s)

[Audio] Frida Kahlo TRABALHO DE LINGUAGENS - NINA BASTOS, PEDRO DANTAS E LARISSA PETRUCCI

Frida Kahlo

TRABALHO DE LINGUAGENS - NINA BASTOS, PEDRO DANTAS E LARISSA PETRUCCI

Scene 2 (9s)

[Audio] Frida Kahlo foi umas das mais importantes pintoras mexicanas do século XX, e destacou-se por ser uma artista singular. Com uma produção bastante autobiográfica, Frida retratava temas e angústias pessoais. Entretanto, sua obra acabou comunicando-se e inspirando diversas mulheres, de forma que a artista se tornou um símbolo para o movimento feminista. Embora tenha tido uma vida muito conturbada, desde a saúde e relacionamentos, ela era dona de um espírito revolucionário e militou no partido comunista mexicano. Lutou pelos direitos das mulheres e valorizou muito a cultura indígena do povo andino, sendo também referência na cultura latino americana. Quem foi?

Frida Kahlo foi umas das mais importantes pintoras mexicanas do século XX, e destacou-se por ser uma artista singular. Com uma produção bastante autobiográfica, Frida retratava temas e

angústias pessoais.

Entretanto, sua obra acabou comunicando-se e inspirando

diversas mulheres, de forma que a artista se tornou um símbolo

para o movimento feminista.

Embora tenha tido uma vida muito conturbada, desde a saúde e relacionamentos, ela era dona de um espírito revolucionário e militou no partido comunista mexicano. Lutou pelos direitos

das mulheres e valorizou muito a cultura indígena do povo

andino, sendo também referência na cultura latino americana.

Quem foi?

Scene 3 (56s)

[Audio] Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón, mais conhecida por seu pseudônimo artístico, Frida Kahlo, nasceu na pequena vila de Coyoacán, próxima à cidade do México, no dia 06 de julho de 1907. Desde pequena, a pintora teve uma vida marcada por doenças. Com seis anos de idade contrai poliomielite, que lhe deixa uma sequela no pé. Por conta disso, Frida passa a usar calças compridas e, mais tarde, longas saias coloridas, que serão sua marca. Aos 18 anos sofre um grave acidente de bonde, momento trágico e ao mesmo tempo de renovação. Isso porque ao ficar incapaz de caminhar normalmente, ela começa a pintar quadros, a partir daí foca na carreira de pintora. Biografia

Magdalena Carmen Frieda Kahlo y

Calderón, mais conhecida por seu

pseudônimo artístico, Frida Kahlo, nasceu na pequena vila de Coyoacán, próxima à cidade do México, no dia 06 de julho de 1907. Desde pequena, a pintora teve uma vida marcada por doenças. Com seis anos de idade contrai poliomielite, que lhe deixa uma sequela no pé. Por conta disso, Frida passa a usar calças compridas e, mais tarde, longas saias coloridas, que serão sua marca. Aos 18 anos sofre um grave acidente de bonde, momento trágico e ao mesmo tempo de renovação. Isso porque ao ficar incapaz de caminhar normalmente, ela começa a pintar quadros, a partir daí foca na carreira de pintora.

Biografia

Scene 4 (1m 48s)

[Audio] Biografia Mais tarde, já nos últimos anos de sua vida, em 1950, Frida é obrigada a amputar a perna, Tal fato lhe provoca grande depressão. Por conta desse acontecimento, a artista disse a conhecida frase: "Para que preciso de pés quando tenho asas para voar?". Sua formação realizou-se na " Escola Nacional Preparatória do Distrito Federal do México". Lá ela estuda assuntos relacionados à arte e filosofia e conhece Diego Rivera ( 1886- 1957), grande representante do muralismo mexicano, com quem teria uma intensa e apaixonada vida conjugal.

Biografia

Mais tarde, já nos últimos anos de sua vida,

em 1950, Frida é obrigada a amputar a

perna, Tal fato lhe provoca grande

depressão. Por conta desse acontecimento, a

artista disse a conhecida frase: "Para que

preciso de pés quando tenho asas para

voar?".

Sua formação realizou-se na “Escola Nacional Preparatória do

Distrito Federal do México”. Lá ela estuda assuntos relacionados à

arte e filosofia e conhece Diego Rivera (1886-1957), grande representante do muralismo mexicano, com quem teria uma

intensa e apaixonada vida conjugal.

Scene 5 (2m 32s)

[Audio] Decorrente de uma grave pneumonia ou embolia pulmonar, Frida falece no dia 13 de julho de 1954, aos 47 anos. Embora muitos acreditem que ela cometeu suicídio, no diário da artista foi encontrada a seguinte frase: Espero alegre a minha partida - e espero não retornar nunca mais. A morte de Frida

Decorrente de uma grave pneumonia ou embolia pulmonar, Frida falece no dia 13 de julho de 1954, aos 47 anos. Embora muitos acreditem que ela cometeu

suicídio, no diário da artista foi

encontrada a seguinte frase: Espero alegre a minha partida - e espero não retornar nunca mais.

A morte de Frida

Scene 6 (2m 58s)

[Audio] As obras de Frida carregam um estilo próprio e narram muito de sua vida, sendo uma forma de expressão e cura. Destacam-se a identidade nacional mexicana, pautada em temas da cultura popular e do folclore indígenas, permeada de cores fortes e vibrantes. André Breton ( 1896- 1966) e Salvador Dalí ( 1904- 1989) classificaram a obra de Frida Kahlo como surrealista. Contudo, a artista, que não considerava suas obras surrealistas, declarou: ''Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade.'' Características das obras de Frida Kahlo

As obras de Frida carregam um estilo próprio e narram muito de sua vida, sendo uma forma de expressão e cura. Destacam-se a identidade nacional mexicana, pautada em temas da cultura popular e do folclore indígenas, permeada de cores fortes e vibrantes. André Breton (1896-1966) e

Salvador Dalí (1904-1989)

classificaram a obra de Frida Kahlo como surrealista. Contudo, a artista, que não

considerava suas obras

surrealistas, declarou: ''Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade.''

Características das obras de Frida Kahlo