Apresentação sem título

Published on
Scene 1 (0s)

Trabalho de Português Prof: Mayara

Aluno(s): Miguel Santana Ana Júlia Alves 7° ano

O boto-cor-de-rosa

Scene 2 (11s)

Reza a lenda que o boto cor-de-rosa, animal inteligente e semelhante ao golfinho, vive nas águas amazônicas.

Scene 3 (21s)

Quando se transforma em humano, aparece com roupas brancas e um chapéu, onde esconde suas narinas.

Scene 4 (31s)

Dono de um estilo comunicativo, galã e conquistador, o boto escolhe a moça solteira mais bonita da festa e a leva para o fundo do rio. Onde a engravida e some para sempre, deixando somente a criança.

Scene 5 (43s)

o golfinho era visto como um animal afrodisíaco, um símbolo de luxúria, que o associavam com o culto de Afrodite/vênus (deusa do amor).

Scene 6 (55s)

Essa associação permaneceu e foi aplicada, no Brasil, ao boto-cor-de-rosa. Onde só se estabeleceu em meados do século XIX.

.o.re•« BORORÖ-INÖ'ANER P'CIUR&

Scene 7 (1m 7s)

O símbolo da luxúria, O boto-cor-de-rosa, repercutiu por todo o Brasil, sendo mais influente na região Norte do país. Partes do corpo de um boto-cor-de-rosa eram tidas como portadoras de poderes mágicos. E o olho seco, por exemplo, era tido como um poderoso amuleto amoroso.

Scene 8 (1m 24s)

Bibliografia:

https://brasilescola.uol.com.br/folclore/boto-cor-de-rosa.htm

https://mundoeducacao.uol.com.br/folclore/boto-corderosa.ht m