A mente impulsionadora da indústria portuguesa

Published on
Scene 1 (0s)

A mente que revolucionou a indústria portuguesa HISTÓRIA DE PORTUGAL

Scene 2 (13s)

" Nasci industrial, sempre quis ser industrial, e hei de ser industrial até morrer " — Alfredo da silva

Portugal século XIX

03

Scene 3 (24s)

1871-1890 Infância e juventude

Vida familiar Carris e os Elétricos de Lisboa Companhia aliança fabril 1893-1894

1898-1907 Constituição da CUF Atentados e participações

1926 Fracassos

1932-1942 Condecorações Falecimento

Linha do tempo Vida e obra

04

Scene 4 (1m 0s)

A mbicioso desejava o crescimento na carreira e tinha disposição para alcançá -lo

F ranco bastante verdadeiro e honesto com as suas intenções

L íder exercia influência de cooperação sobre os outros indivíduos para um bem comum , resolvia conflitos e motivava os seus trabalhadores .

Alfredo Da Silva

05

Características de um empreendedor

-V4-Animated.MP4

Scene 5 (1m 35s)

10

R esiliente

tinha uma capacidade de lidar com problemas, adaptar -se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas

E ficiente alcançava bons resultados com o mínimo de desperdício

D eterminado teve total concentração numa coisa ou noutra .

O timista encarava as coisas pelo seu lado positivo e esperava sempre por um desfecho favorável , mesmo em situações muito difíceis .

Scene 6 (2m 1s)

A utoconfiante teve convicção de ser capaz de fazer ou realizar qualquer empreendimento .

S ociável bastante comunicativo e cortês

10

D estemido

não teve receio de arriscar

Scene 7 (2m 17s)

V isionário Apresentou ideais grandiosas e pensou fora da caixa

L eal cumpriu as promessas que fez; e agiu com responsabilidade .

I novador promoveu mudanças que trouxeram benefícios , antecipou tendências, encontrando soluções para os problemas e otimizando resultados .

A ssertivo afirmava de maneira clara , objetiva e transparente ; com uma uma postura decidida , mas não agressiva .

' _@upo - papa a Aistori«

10

Scene 8 (2m 46s)

Os motores de transformação

CUF

Barreiro

07

O que Alfredo Da Silva deixou?

Scene 9 (3m 26s)

-V4-Animated.MP4